sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

OS TEMPOS DIFÍCEIS EXIGEM DANÇA FRENÉTICA





Tradução: Amadeu Duarte



O apreço constitui uma expressão poderosa, e que vos altera automática e imediatamente a energia que expressais. Nessa medida, interrompe de uma forma bem-sucedida a oposição.

Nessa medida, nas alturas em que derdes por ti a deslizar para essa dúvida e para essa tensão, permite-te parar. Não tentes afastar essa dúvida ou essa apreensão, mas nota simplesmente que isso é o que estás a experimentar nesse instante, que isso é o que estás a fazer, e permite-te propositadamente expressar apreço por qualquer coisa em relação a ti próprio. Não importa o que seja. Pode ser apreço pela escolha do vestuário nesse momento. Isso iá automática e imediatamente interromper essa dúvida habitual e essa apreensão.

Também te vou estender uma sugestão, e sugerir-te fortemente que nas alturas em que estiveres a experimentar esse receio, a título de uma distracção adicional emprega a acção de uma pequena dança.

PERGUNTA: (Confuso) Pois?

ELIAS: Dançar. (Demonstra pondo-se aos balanços e a saltar na cadeira)

PERGUNTA: Está bem! Isso para mim é estranho.

ELIAS: Estou ciente disso, mas isso revelar-se-á eficaz. Podes empregar essa acção nem que seja durante alguns dos teus dias, por sugerir fortemente que na verdade empregues a acção física de, sempre que sentires esse temor, e não só dúvida, mas nas alturas em que experimentares esse medo, começa a dançar nem que seja por uns momentos.

Elias #1744

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

O MATERIAL ELIAS